menu

Investigadores do México prendem suspeito por conexão com morte de 9 pessoas

Investigadores do México prendem suspeito por conexão com morte de 9 pessoas Imagem de uma tela de computador com fotos das vítimas do assassinato no norte do México — Foto: Rick Bowmer/AP Notícia do dia 06/11/2019

México - Um suspeito foi detido na terça-feira (5) e é investigado no México por uma possível conexão com o assassinato de nove pessoas da mesma família no país –três mulheres e seis crianças.

 

As vítimas eram de uma comunidade criada por mórmons americanos que se instalaram na região há mais de cem anos, e tinham dupla cidadania americana e mexicana.

 

A notícia foi revelada em uma declaração publicada em uma rede social pela agência para investigação criminal do estado de Sonora.

 

A pessoa foi encontra na cidade de Agua Prieta, na fronteira do México com os Estados Unidos.

No local, havia dois reféns que estavam amarrados e amordaçados.

Ele também tinha quatro rifles e munição e diversos veículos de grande porte, incluindo um utilitário à prova de balas.

As autoridades dizem que os atiradores podem ter confundido as vítimas, que andavam em um comboio de carros utilitários, pensando que se tratava de uma gangue rival.

 

Crianças sobreviveram

 

Oito crianças sobreviveram ao ataque de segunda-feira (3). Algumas delas caminharam por quilômetros para conseguir ajuda, mesmo com feridas de balas.

Uma das mulheres que foram assassinadas escondeu seu bebê no piso do carro e saiu do veículo. Ela levantou as mãos para mostrar que não era uma ameaça, mas foi assassinada mesmo assim.

 

Fonte: G1