menu

Mais de 80 homicídios foram registrados no bairro Jorge Teixeira, em Manaus, em sete meses de 2021

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, mês de junho foi o mais violento, com 17 mortes. Número já supera o total registrado no ano de 2020.

Mais de 80 homicídios foram registrados no bairro Jorge Teixeira, em Manaus, em sete meses de 2021 FOTO: Eliana Nascimento Notícia do dia 15/09/2021

De janeiro a julho deste ano, 82 homicídios dolosos (com intenção) foram registrados no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus. O número já supera o ano de 2020 inteiro, com 41 mortes. O aumento é de 100%. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) repassados ao G1.

 

Em 2021, segundo dados da SSP-AM, o mês de junho foi o que mais registrou homicídios dolosos no bairro Jorge Teixeira, com 17 mortes. O G1 apurou com o Instituto Médico Legal que, desde o dia 1º de setembro deste ano, 11 pessoas foram vítimas de arma de fogo no bairro. A secretaria somente fornece os dados após o mês encerrar.

 

O total de 82 homicídios do bairro Jorge Teixeira em sete meses de 2021 também supera a marca de 2019, que registrou 53 mortes.

 

O G1 entrou em contato com a Polícia Civil e questionou como está sendo feito o trabalho de investigação para elucidar esses crimes. Em nota, a instituição informou que as investigações acerca dos casos estão em andamento e mais informações não poderão ser repassadas para não atrapalhar os trabalhos policiais.

 

Em entrevista à Rede Amazônica nesta segunda-feira (13), o comandante da Polícia Militar, coronel Ayrton Ferreira do Norte foi questionado sobre as demais mortes violentas que estão sendo registradas na capital. Ele alegou que não está faltando policiamento e disse que aumentou a capacidade operativa de agentes.

 

"Nós tínhamos de 10 a 12 homicídios por dia, hoje temos dez em uma semana. Ainda é muito? É. Mas, nós queremos reduzir, nosso objetivo é trabalhar focado para reduzir. Já tivemos reunião com o secretário de segurança. A PM está nas ruas, pedimos até ajuda da população que denuncie, pois infelizmente às vezes, existe envolvimento com o tráfico de drogas e isso é que tem ocasionado, às vezes um cidadão é envolvido com o crime ou faz uma postagem, vai acontecer, é inevitável", disse.

 

Já o governador Wilson Lima, durante entrega de viaturas no início deste mês de setembro, foi questionado pela imprensa sobre o uso dos equipamentos que foram doados para atuação no combate desse tipo de crime. No geral, ele afirmou que 80% dos crimes estão relacionados ao tráfico de drogas.

 

No dia 9 de setembro, um homem de 25 anos foi preso pela PM suspeito de participação em homicídios no bairro Jorge Teixeira. A polícia apreendeu o celular do homem com diversas mensagens sobre mortes na região.

 

No dia da prisão, o comandante da 30a Companhia Interativa Comunitária, capitão Soeiro, informou ao G1 que a denúncia anônima relatou que o homem é suspeito de envolvimento nas últimas mortes registradas no bairro. Ele foi preso com um revólver.

 

O levantamento inicial feito pela PM é que o homem é integrante de uma facção e recebia ordens. A polícia encontrou áudios do suspeito com outras pessoas que comentavam sobre os homicídios no bairro.

 

Durante entrevista, o PM foi questionado sobre o aumento de mortes no bairro. "Estamos tendo esse problema aqui na área da 30ª Cicom, mas já aumentamos o policiamento, tiveram vários homicídios aqui", disse.

 

Por Eliana Nascimento - G1 AM