menu

Mulher de 42 anos morre após ser esfaqueada pelo ex-marido em Mogi Mirim

Mulher de 42 anos morre após ser esfaqueada pelo ex-marido em Mogi Mirim Genezia Souza foi morta a facadas em Mogi Mirim. Foto: Reprodução/Facebook Notícia do dia 07/11/2019

Mogi Mirim (SP) - Uma mulher de 42 anos morreu, na manhã desta quinta-feira (7), após ser esfaqueada pelo ex-marido em Mogi Mirim (SP). De acordo com a Polícia Civil, o homem foi até a residência de Genersia Maria de Souza na noite de quarta (6) e aplicou golpes de facão no rosto da vítima. A filha dela, de 24 anos, tentou defender a mãe, também foi atacada e perdeu uma das mãos.

 

As duas mulheres foram encaminhadas para a Santa Casa de Mogi Mirim e a morte de Genersia foi confirmada nesta quinta. A filha dela continua internada na unidade médica. Ainda segundo a investigação, a informação é que o suspeito, Juarez Ferreira, de 54 anos, fugiu em um carro branco. Ele não foi localizado até a publicação.

 

O casal estava separado há um mês e tem um filho de um ano e meio. A jovem esfaqueada não é filha do suspeito. De acordo com vizinhos, a vítima já havia tentado registrar boletim de ocorrência contra o ex-marido outras vezes. Moradores da região tentaram incendiar a casa do homem, no Parque das Laranjeiras, mesmo bairro onde morava a mulher e a filha.

 

"Foi a primeira vez que eu vejo isso. Faz um ano e meio que eu moro aqui e nunca tinha visto nada. Ele morava aqui, chegava, vinha conversar, tudo normal", afirmou um vizinho que não quis se identificar.

 

O Corpo de Bombeiros controlou o fogo na residência. O caso será registrado no Plantão Policial de Mogi Mirim como feminicídio. Ainda não há informações sobre o horário de velório e sepultamento da mulher.

Juarez Ferreira é o principal suspeito de esfaquear e matar a ex-mulher em Mogi Mirim Foto Reprodução EPTV

Juarez Ferreira é o principal suspeito de esfaquear e matar a ex-mulher em Mogi Mirim — Foto: Reprodução/EPTV

 

Por Bom Dia Cidade